Yudi do Bom dia e Cia: “A entrada da Fátima Bernardes foi...

Yudi do Bom dia e Cia: “A entrada da Fátima Bernardes foi ótima para nós”

0 83

Convidado da Exposição PLACAR Londres 2012, ontem à noite, Yudi analisou o fim da TV Globinho e falou sobre seu projeto de fundir hip hop com sertanejo

Yudi do Bom dia e Cia: A entrada da Fátima Bernardes foi ótima para nós
Yudi Tamashiro

Apresentador do Bom Dia e Cia. — programa do SBT que, segundo o Ibope, liderou em julho a audiência da telinha pela manhã — Yudi Tamashiro está à frente das poucas atrações da TV aberta para o público infantil. “A entrada (do programa) da Fátima Bernardes foi muito boa para a gente”, disse Yudi ontem à noite, ao visitar a Exposição PLACAR Londres 2012, mostra de fotografias raras dos últimos Jogos Olímpicos em cartaz até 23/09 no Shopping Bourbon, em São Paulo.

Em julho passado, a média do Bom Dia e Cia. ficou em 6,1 pontos, contra 5,8 da atração global. “O problema da Fátima Bernardes é que o horário é muito ruim. Tirar a TV Globinho para colocar um programa adulto nesse horário foi um dos piores erros que eles (TV Globo) poderiam cometer”, disse Yudi, que vibra com o momento vivido pelo programa. “Ganhar dela é extraodinário. Eu tenho vinte anos de idade; ela tá aí há quanto já na TV?”, retruca.

“Quase atropelei Sílvio com o skate”
Fã de esportes desde cedo — “nunca fui de ficar em casa só no videogame, sempre saí na rua para brincar de futebol, skate…” — Yudi curtiu bastante a exposição, que o fez lembrar da maratona de jogos que só as Olimpíadas proporciona. “Os jogos de futebol feminino são bem bacanas”, disse. Yudi revelou que é craque no skate — “fui campeão paulista quando era bem novinho”, ressaltou —, mas sua paixão pelo esporte radical quase o colocou em apuros. “Quase atropelei o Sílvio Santos, uma vez”, contou, explicando que a emissora lhe permitia usar a estrutura de seus estúdios para fazer algumas manobras.

“Fiquei tão assustado que nem consegui pedir desculpas”, riu Yudi. “Estava ‘remando’ com o skate e quando olhei para frente quase relei nele. Ele se assustou — ‘Que é isso, menino!’.” Segundo o apresentador, a emissora lhe pediu para dar um tempo no skate, e não foi só por causa do episódio. “Quando aparecia para as gravações, chegava todo ralado, com o joelho doendo. Aí o SBT cortou meu skate”, brinca.

Hip-Hop Sertanejo
Um híbrido de “sertanejo universitário com hip-hop” é a sensação musical que Yudi quer emplacar. O apresentador, que iniciou sua carreira na TV como um dos calouros de Raul Gil, lançou um CD com repertório e produção do músico Sorocaba, da dupla sertaneja Fernando e Sorocaba. “Ele é meu principal ídolo”, afirmou. “O meu lance é sertanejo universitário, mas tenho colocar minha identidade musical na música, porque eu vim da Black Music”. Ele contou que vem divulgando este trabalho em shows que percorreram cidades no Paraná e Minas Gerais. “No mês que vem, vamos fechar shows em várias casas em São Paulo”, aposta. “É uma experiência diferente, porque a gente acrescenta um DJ na formação da banda.”

Deixe um Comentário