Vídeo de Sexo do Furacão da CPI, faz Denise Rocha perder cargo

Vídeo de Sexo do Furacão da CPI, faz Denise Rocha perder cargo

0 557
Vídeo de Sexo do Furacão da CPI, faz Denise Rocha perder cargo
Denise Rocha, o Furcação da CPI, perdeu seu cargo no Senado

Denise Rocha, conhecida como Furacão da CPI,  foi exonerada do Senado. A exoneração foi publicada na edição desta segunda-feira, 6, do boletim administrativo do Senado. Denise trabalhava no gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI). Nesta segunda, Denise afirmou que ficou chateada com a demissão.

“Lógico [que ficou chateada]. Não só eu quanto a sociedade toda. Foi machismo. Só ouviram um lado”, reclamou a Denise Leitão Rocha, que afirmou ainda que  não conversou com senador sobre o assunto, embora já soubesse que seria demitida. Segundo Denise, o parlamentar tomou a decisão que considerou melhor: “Ele tomou a decisão que achou melhor para ele. Só acho de foi desumano”, reclamou.

Denise Rocha está se recuperando de uma cirurgia intima, que não revela onde foi, e afirmou que pretende conversar ainda nesta terça com o senador sobre a demissão. “Se foi a melhor decisão, nunca vamos saber, mas para o futuro do trabalho foi melhor”, afirmou o senador.

Vídeo de Sexo do Furacão da CPI, faz Denise Rocha perder cargo
Denise Rocha ganhou fama após vazamento do vídeo

Saiba mais:

Caiu na net vídeo de sexo da assessora Denise Leitão Rocha

Denise Rocha, que teve vídeo sexo na net, é apontada como affair de Romario

Furacão da CPI, Denise Rocha, famosa por vídeo, pode ‘engavetar’ Playboy de Global, diz jornal

Denise Rocha, o Furacão da CPI, recebeu convite do Pânico

Após vídeo de sexo, Furacão da CPI confirma convite para posar nua

O vazamento do vídeo que mostra Denise Rocha em cenas de sexo lhe renderam grande fama e um convite para pousar para a revista Playboy. Denise Rocha é filha de piauienses e prima em terceiro grau de Ciro Nogueira. A assessora trabalha para o senador desde o primeiro mandato, auxiliando nas comissões temáticas das quais qual Ciro Nogueira faz parte.

Segundo colegas, no ano passado Denise teria sido convidada para participar da prova “Afogando o Ganso” do programa Pânico na TV, mas rejeitou justamente pela incompatibilidade com o cargo que ocupava.

A gravação circulou entre assessores e jornalistas que cobrem a CPI do Cachoeira em meio a versões conflitantes sobre a origem e as circunstâncias do vazamento, ainda não esclarecidas. O vídeo chamou a atenção dos jornalistas durante o depoimento do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), no começo de julho, no Senado.

Antes disso, já era conhecido por alguns jornalistas, mas foi visto na tela de laptops de alguns parlamentares durante a sessão. Na ocasião, Denise chegou a entrar na sala, mas diante da curiosidade de fotógrafos e jornalistas, evitou levantar o rosto e saiu em 5 minutos.

Nas cenas em que aparece fazendo sexo, a assessora parlamentar Denise Leitão Rocha dá a entender que a máquina fotográfica usada para a filmagem é dela. Logo no início do filme, o parceiro de Denise pergunta:

 

 

A tatuagem com patinhas de cachorro

 

 

– Tá filmando?

Ela confirma.

Nove segundos depois, ele repete para se certificar:

– Tá filmando mesmo?

E ela pede a máquina:

– Deixa eu ver.

O vídeo tem duração de 2 minutos e 56 segundos e mostra todo o ato sexual entre eles, com close nas partes íntimas dos dois na maior parte do tempo. Caso o leitor seja maior de 18 anos e queira assistir ao vídeo de Sexo Denise Rocha, basta clicar AQUI.

Deixe um Comentário