Furacão da CPI: Vídeo de sexo de faz Denise Rocha tomar tarja...

Furacão da CPI: Vídeo de sexo de faz Denise Rocha tomar tarja preta

4 360
Furacão da CPI: Vídeo de sexo de faz Denise Rocha tomar tarja preta
Denise Rocha | O Furacão da CPI | Foto: Reprodução jornal Extra
Após ter um vídeo de sexo vazado na web, Denise Rocha, que ficou conhecida como o Furacão da CPI, foi demitida do Senado e recusou a proposta da Playboy para posar nua. A ex-assessora do senador Ciro Nogueira (PP-PI), chegou a ir ao gabinete do político mas conseguiu somente pegar  objetos pessoais, Denise conversou com o EXTRA e, emocionada, desabafou.
“Não vai ser fácil chegar e todos saberem do que aconteceu comigo. O futuro não vai ser fácil”, disse Denise Rocha.
Sobre o futuro, Denise disse ao Extra que pretende advogar: “Independentemente de eu ser assessora, eu sou advogada. Não dependo do Senado para viver. Agora, o difícil para mim vai ser entregar um currículo. Foi uma atitude desumana e impensada. Vou conhecer novos colegas de trabalho, vou procurar os escritórios em que já trabalhei. Não vai ser fácil chegar e todos saberem do que aconteceu comigo. O futuro não vai ser fácil.”
O jornal carioca também questionou uma possibilidade de Denise Leitão Rocha voltar a trabalhar no Senado, fato que a loira rechaçou: “Eu tenho família. Essa demissão foi completamente injusta. Minha família não aceitaria que eu voltasse. Teresina inteira, Piauí, o estado, ninguém está satisfeito com essa demissão.”
A beldade também contou quando e como soube do vazamento de seu vídeo de sexo e a reação que teve:  “No dia do depoimento do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT). Logo que eu estava entrando, uma pessoa, por quem tenho muita admiração, me informou. Tenho muita gratidão por essa pessoa. Fico até emocionada quando falo nisso, porque essa pessoa teve coragem de chegar e contar o que estava acontecendo (Denise para de falar e chora).”
O pior de tudo no vazamento do vídeo de sexo de Denise Rocha foram ase quelas que o Furacão da CPI vai levar para o resto de seus dias. A advogada contou que está tomando remédios e fazendo acompanhamento psiquiátrico.
“Estou tomando remédios de duas em duas horas e estou com acompanhamento psiquiátrico’, disse Denise Rocha

Segundo Denise, o vídeo foi feito por um parceiro há 6 anos:

“É um vídeo de seis anos atrás. Eu tenho que processar o cafajeste que fez o mal para mim e os sites que prosperaram isso.”

Segundo colegas, no ano passado Denise teria sido convidada para participar da prova “Afogando o Ganso” do programa Pânico na TV, mas rejeitou justamente pela incompatibilidade com o cargo que ocupava.

A gravação circulou entre assessores e jornalistas que cobrem a CPI do Cachoeira em meio a versões conflitantes sobre a origem e as circunstâncias do vazamento, ainda não esclarecidas. O vídeo chamou a atenção dos jornalistas durante o depoimento do prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), no começo de julho, no Senado.

Antes disso, já era conhecido por alguns jornalistas, mas foi visto na tela de laptops de alguns parlamentares durante a sessão. Na ocasião, Denise chegou a entrar na sala, mas diante da curiosidade de fotógrafos e jornalistas, evitou levantar o rosto e saiu em 5 minutos.

Nas cenas em que aparece fazendo sexo, a assessora parlamentar Denise Leitão Rocha dá a entender que a máquina fotográfica usada para a filmagem é dela. Logo no início do filme, o parceiro de Denise pergunta:

 

A tatuagem com patinhas de cachorro

 

 

– Tá filmando?

Ela confirma.

Nove segundos depois, ele repete para se certificar:

– Tá filmando mesmo?

E ela pede a máquina:

– Deixa eu ver.

O vídeo tem duração de 2 minutos e 56 segundos e mostra todo o ato sexual entre eles, com close nas partes íntimas dos dois na maior parte do tempo. Caso o leitor seja maior de 18 anos e queira assistir ao vídeo de Sexo Denise Rocha, basta clicar AQUI.

Deixe um Comentário