Elizabeth Bishop aporta na Caixa Cultural São Paulo

Regina Braga em cena

A CAIXA Cultural São Paulo apresenta, a partir de 16 de agosto, a peça “Um Porto para Elizabeth Bishop”. Escrita por Marta Góes especialmente para interpretação de Regina Braga e com direção de José Possi Neto, o monólogo retrata os anos em que a poetisa norte-americana, Elizabeth Bishop (prêmio Pulitzer de Poesia em 1956), viveu no Brasil, nas décadas de 1950 e 1960.

Em 1951, com 40 anos de idade e sofrendo de depressão e alcoolismo, Elizabeth desembarcou no porto de Santos com a expectativa de ficar duas semanas no Brasil. Acabou morando, por 15 anos, no Rio de Janeiro, em Petrópolis e em Ouro Preto. O encontro entre a poetisa e o exuberante e inquieto Brasil dos anos 1950 e 1960 rendeu poemas, um livro-reportagem (Brazil, publicado pela Life) e cartas (reunidas em Uma arte, sua correspondência completa).

A peça traz à tona personagens da história recente do Brasil, como Carlos Lacerda, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Mello Neto e, sobretudo, Lota de Macedo Soares, urbanista e paisagista carioca, idealizadora do Aterro do Flamengo, com quem Elizabeth viveu durante 15 anos.

“O que aparece na peça são os anos de sua convivência com Lota, o grande amor de sua vida e sua relação afetiva mais duradoura. Foi por causa de Lota que ela ficou no Brasil, e foi nesses anos que ela produziu uma parte importante de sua obra”, explica Marta Góes.

José Possi Neto assinala: “Falar sobre Bishop é muito importante, permite falar sobre nosso país na perspectiva de um olhar de fora, estrangeiro e, além do mais, especialmente aguçado e sensível. Ela vivenciou momentos decisivos da nossa história, com o distanciamento de uma visitante”, comenta o diretor.

Para Regina Braga, que na estreia da peça, em 2001, recebeu o prêmio APCA de melhor atriz, voltar a interpretar Elizabeth Bishop possibilitou-a conhecer ainda mais a escritora: “Há 10 anos, sei que tinha um olhar mais jovem para a personagem, uma visão mais próxima dos 40 anos. Ter a chance de fazê-la, uma década depois, me instiga a buscar um olhar mais maduro, como se agora eu estivesse no meio deste percurso cronológico”, analisa a protagonista.

Ficha técnica:
Texto: Marta Góes
Direção: José Possi Neto
Elenco: Regina Braga
Cenógrafia: Jean Pierre Tortil
Iluminação: Wagner Freire
Trilha Sonora: George Freire
Figurino: Lu Pimenta
Visagismo: Fabio Namatame
Direção de Produção: Edinho Rodrigues e Elza Costa
Realização: Brancalyone Produções Artísticas

Serviço:
Peça “Um Porto para Elizabeth Bishop”
Temporada: de 16 a 26 de agosto de 2012 (de quinta-feira a domingo)
Horário: 19h
Local: CAIXA Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111 – Centro
Capacidade: 80 lugares
Entrada: franca (os ingressos poderão ser retirados na bilheteria com uma hora de antecedência de cada sessão)
Duração: 70 minutos
Classificação etária: não recomendada para menores de 12 anos
Informações: (11) 3321-4400
Acesso para pessoas com necessidades especiais
Patrocínio: Caixa Econômica Federal

Deixe um Comentário